Cor do Som: Memórias da Música Negra
21 de agosto de 2019
19:00
São Paulo
Matilha Cultural

Laércio de Freitas, Walmir Gil e Fred Prince protagonizam websérie documental sobre música e memória

Após exibição, o evento de lançamento segue discussão com o jornalista e escritor Oswaldo Faustino e show com Maurício Pazz 

Idealizado e dirigido pelo músico Maurício Pazz e apoiado pelo ProAC, o projeto “Cor do Som – Memórias da Música Negra” lança a primeira temporada da websérie no dia 21 de agosto, às 19h, no espaço Matilha Cultural (República). A entrada é gratuita.

O projeto “Cor do Som” surgiu a partir das inquietações de Maurício Pazz, que como músico sentiu a necessidade de produzir memórias focalizando pessoas negras que fazem música. “Acredito que as memórias são produzidas e carregam consigo narrativas próprias. Geralmente, narrativas produzidas sobre a população negra no Brasil, por exemplo, são atravessadas e balizadas por ideologias racistas. Portanto, é de extrema relevância que nós negrxs busquemos produzir memórias que contemplem as nossas cosmovisões. Oxalá que esta edição seja apenas o começo de uma grande jornada!”, afirma Maurício.

Para a escolha dos nomes, ele revela ter partido de dois recortes: primeiro, músicxs instrumentistas; segundo, músicxs com mais de 60 anos. “Infelizmente, dentro desses critérios, não consegui encontrar nenhuma mulher instrumentista e isso nos faz refletir sobre a constituição do cenário instrumental brasileiro numa sociedade estruturada no machismo”, acrescenta Maurício. “A partir disso, há a contraposição à narrativa racista que, na música, encerra a população negra no universo da percussão, insistindo em afirmar como ‘natural’ negrxs serem percussionistas. De fato, temos excelentes percussionistas negrxs, como também excelentes maestros, instrumentistas de sopro, de cordas, arranjadorxs etc. Com base nesses critérios, cheguei aos excelentíssimos Fred Prince (percussionista), Walmir Gil (trompetista e arranjador) e Laércio de Freitas (maestro, arranjador e pianista)”, completa.

O evento de lançamento da série acontece dia 21 de agosto, no espaço Matilha Cultural, no centro de São Paulo, às 19h. A exibição está prevista para começar às 19h30. Em seguida, um bate-papo com o jornalista, escritor e ativista Oswaldo Faustino amplia o debate acerca do eixo música, memória e trajetória de músicos negros no cenário brasileiro. O encerramento fica por conta do pocket show com Maurício Pazz.

Matilha Cultural. R. Rego Freitas, 542 – República. 21/08 (quarta-feira) às 19h.
Entrada gratuita e livre para tod
as as idades.