Hábil compositor e multi-instrumentista de cordas, graduado e mestrando em música (UNESP / USP), Maurício Pazz é um alquimista das sonoridades musicais afro-diaspóricas e um artista múltiplo que entrelaça com fluidez os universos da canção e da música instrumental. Destaca-se por tocar de maneira única o violão tenor, instrumento raro e quase extinto.

Em mais de dez anos de carreira, atuou com grandes artistas, tais como Chico César, Luedji Luna, Nelson Sargento, François Muleka, Walmir Gil, Zumbiido-Afropercussivo, dentre outros.
Além disso, idealizou e dirigiu a série audiovisual “Cor do Som – Memórias da Música Negra” (2019), focada em produzir e difundir memórias sobre musicistas negros.

Atualmente, dedica-se ao desenvolvimento de seu trabalho autoral que, logo em breve, se desdobrará no lançamento de seu primeiro álbum.